How to Cite
Dias Oliveira dos SantosK. D. G., & GhirardeloN. (2017). A new way of living in the XX century: bungalows of Bauru city. Procesos Urbanos, 4(4), 28 - 38. https://doi.org/10.21892/2422085X.348

Abstract

Abstract: The eclectic architecture stood out in cities of the countryside of São Paulo state in Brazil due to the presence of the coffee and the wealth generated by its plantations.  Although Bauru city did not show an expressive eclectic architecture, it still has until nowadays a significant number of buildings called bungalows, which followed certain architectural, formal, technical and constructive standards for the middle class. Despite its significant amount in the city, it is not well studied by specialists yet. Thus, this work aims to highlight this housing as an important element for the development of architecture, recognizing it as part of the historical context of the city.

___Keywords: Bungalow, housing, Bauru.

___Resumen: La arquitectura ecléctica se destacó en Brasil, en ciudades del interior paulista, debido a la presencia del café y la riqueza generada por sus plantaciones. Sin embargo, Bauru, no presentó una arquitectura ecléctica expresiva, pero posee, aún hoy, un número significativo de construcciones denominadas bungalow, que obedecían a determinados patrones arquitectónicos, formales, técnicos y constructivos, destinados a la clase media. Incluso, ante su cantidad significativa, todavía es poco estudiado por los expertos. Este trabajo tiene como objetivo distinguir esa vivienda como elemento importante en el desarrollo de la arquitectura, reconociéndola como parte del contexto histórico de la ciudad.

___Palabras clave: Bungalós, vivienda, Bauru.

___Resumo: A arquitetura eclética destacou-se, no Brasil, em cidades do interior paulista, devido à presença do café e à riqueza gerada por suas plantações. No entanto, Bauru, não apresentou uma arquitetura eclética expressiva, mas possui, ainda hoje, um número significativo de construções denominadas bangalô, que obedecia a determinados padrões arquitetônicos, formais, técnicos e construtivos, destinado à classe média. Mesmo diante de sua quantidade significativa, ainda é pouco estudado pelos especialistas. Assim, este trabalho tem como objetivo distinguir essa habitação como elemento importante no desenvolvimento da arquitetura, reconhecendo-a como parte do contexto histórico da cidade.

___Palavras – Chave: Bangalô, moradia, Bauru.

___Recibido: 26 de julio 2017. Aceptado: 5 de octubre de 2017.

Licence

Copyright (c)

References

Atique, F. (2007). Arquitetando a boa vizinhança: a sociedade urbana do Brasil e a recepção do mundo norte-americano 1876 -1945. São Paulo, 2007. 468 f. Tese (Doutorado em Arquitetura e Urbanismo) - Universidade de São Paulo, São Paulo, 2007.

Bruand, Y. (2002). Arquitetura contemporânea no Brasil. 4ª ed. São Paulo: Perspectiva, 2002.

Correia, T. B. A (2004). Construção do Habitat Moderno no Brasil – 1870-1950, São Carlos: Rima.

_______ (org.) (2011). Forma Urbana e Arquitetura de Vilas Operárias e Núcleos Residenciais de Empresas no Brasil. São Paulo: Annablume.

Elias, C. G., Cavalcanti Filho, I. (2014). Os Bangalôs na Cidade de João Pessoa no Século XX: Um Estudo Morfológico. In: XII Congresso Internacional de Reabilitação do Patrimônio Arquitetônico e Edificado, 2014, Bauru. Anais do XII Congresso Internacional de Reabilitação do Patrimônio Arquitetônico e Edificado. Bauru: XII Congresso Internacional de Reabilitação do Patrimônio Arquitetônico e Edificado, 2014. v. 01. p. 901-909.

Ghirardello, N. (1992). Aspectos do direcionamento urbano da cidade de Bauru. 1992. 185f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Planejamento) - Universidade de São Paulo, São Carlos, 1992.

Homem, M. C. (1996). Palacete Paulistano e outras formas urbanas de morar da elite cafeeira: 1867-1918. São Paulo: Martins Fontes.

_______ (1976). Vila Penteado. São Paulo: Universidade de São Paulo.

Janjulio, M. (2009). Arquitetura residencial paulistana dos anos 1920: ressonâncias do Arts and Crafts? 2009. 408f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) —Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Carlos, 2009.

_______ (2011). Bangalô – Subúrbio: A circulação intercontinental de uma nova culturada habitação no início do século XX. Campinas, Oculum ensaios 13 p.46-58 janeiro -junho 2011.

King, A. D. (1982). The Bungalow 1600 – 1980: A study of the cultural, social, political and economic factors in the production of a global house-type. 1982. 429f. Thesis presented for the degree of PhD School of Social Sciences Brunel University Uxbridge.

Lancaster, C. (1985). The American Bungalow: 1880-1930. Nova York: Abbeville Press.

Lemos, C. A. C. (1996). História da Casa Brasileira. 2ªed. São Paulo: Contexto.
________ (1989). Alvenaria Burguesa. São Paulo: Nobel.

Saia, L. (1978). Morada Paulista. São Paulo: Perspectiva.

Santos, Karla (2016). Bangalôs em Bauru: uma nova forma de morar para o século XX. Bauru, 2016. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo), Universidade Estadual Paulista, 2016.

Tagliari, A.; Gallo, H. O (2007). Movimento Inglês Arts and Crafts e a Arquitetura Norte-Americana. In: III encontro de história da arte – IFCH / Unicamp.2007. Campinas.

Veríssimo, F. S. Bittar, W. S. M. (1999). 500 Anos da Casa no Brasil. Rio de Janeiro: Ediouro, 1999.

Wolff, S. F. Ss. (2001). Jardim América: O primeiro bairro de São Paulo e sua Arquitetura. São Paulo: Edusp.

SITE CONSULTADO
VITRUVIUS. Concurso de Estudantes do VII ENEPEA.. disponível em Acesso em 13 de setembro de 2017
Sistema OJS 3 - Metabiblioteca |